“Até Aras reconhece erros da Lava Jato e necessidade de correções”, diz Jerry

Brasília, quarta-feira, 25 de setembro de 2019 - 19:12

POLÍTICA

“Até Aras reconhece erros da Lava Jato e necessidade de correções”, diz Jerry


Por: Nathália Bignon*

O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA), defendeu, nesta quarta-feira (25), correções à Lava Jato, após o subprocurador-geral Augusto Aras reconhecer que a operação necessitava de ajustes. A fala ocorreu durante sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que aprovou sua indicação para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Richard Silva - PCdoB na Câmara

Aras adotou discurso moderado, diferente da linha que vinha seguindo publicamente, e ‘deixou escapar’ que a Lava Jato tem problemas. “Defendo que a boa Lava Jato seja incorporada a todo Ministério Público (...) Pretendemos que seja reposto na Lava Jato a impessoalidade”, disse.

Ao comentar o caso, Márcio Jerry explicou alguns pontos implícitos na fala do subprocurador. “Até Aras reconhece erros da Lava Jato e necessidade de correções. Se tem a ‘boa’ Lava Jato, é porque tem a Lava Jato ‘ruim’. E se é necessário ‘repor’ a impessoalidade, é porque existe ‘pessoalidade’. Ou seja, parte importante de nossas críticas à Lava Jato são reconhecidas pelo novo PGR como corretas”, escreveu o deputado.

A legitimidade da Operação Lava Jato foi colocada em xeque após diversas denúncias de irregularidades serem reveladas pelo site The Intercept Brasil e jornais como Folha de S.Paulo e El Pais. O principal caso envolve a condenação ilegal do ex-presidente Lula, que abriu caminho para Jair Bolsonaro (PSL) vencer as eleições presidenciais.

Na sequência, o então juiz Sérgio Moro, responsável pela operação na 13ª Vara Federal de Curitiba, foi nomeado ministro da Justiça. As revelações vieram à tona apenas no início de junho.

Desrespeito à lista tríplice

Indicação de Bolsonaro para o cargo de chefe da PGR, Aras não fez parte da tradicional lista tríplice apresentada pelo Ministério Público, que sugere nomes para a função. Em votação secreta na CCJ, sua indicação recebeu 23 votos favoráveis e 3 contra. Em seguida, foi aprovada pelo plenário da Casa, por 68 votos, contra 10 e uma abstenção.

*Ascom Márcio Jerry









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com