Lira se compromete com reajuste do piso para agentes comunitários e de combate às endemias em 2022

Brasília, quarta-feira, 15 de dezembro de 2021 - 8:44      |      Atualizado em: 7 de fevereiro de 2022 - 13:12

POLÍTICA

Lira se compromete com reajuste do piso para agentes comunitários e de combate às endemias em 2022


Por: Christiane Peres

Em reunião com as categorias, presidente da Câmara afirma que PEC que garante reajuste do piso salarial será pautada em março. Deputados do PCdoB reafirmam apoio e articulam luta por direitos das categorias.

Maiana Neves/Ascom Alice Portugal

A luta pelo reajuste do piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate às Endemias continua esta semana. Na saideira dos trabalhos legislativos, as categorias tentam articular a votação do veto 44, que trata do tema, assim como o avanço da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 22/11, que estabelece, entre outros pontos, que o vencimento desses trabalhadores não será inferior a dois salários mínimos, além de adicional de insalubridade.

Em reunião nesta terça-feira (14) com as categorias, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), se comprometeu a pautar a PEC em março de 2022. No entanto, sobre a derrubada do veto, Lira afirmou não ter poder sobre a convocação e articulação do Congresso Nacional. A expectativa é que o veto seja votado até esta sexta-feira (17).

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) esteve ao lado dos trabalhadores e tem contribuído nas articulações e encontros para avanço das pautas. Ela lembrou Lira da importância do trabalho das categorias e cobrou a votação do veto antes do encerramento dos trabalhos legislativos.

“Os Agentes de Saúde e de Combate Às Endemias são essenciais na efetivação da saúde pública em nosso país. A garantia de dois salários mínimos a essas categorias é o mínimo e saberemos adequar o orçamento. Mas tudo começa pela derrubada do veto 44. Garantir que essa sessão aconteça na sexta é fundamental e a partir disso abrimos a negociação da PEC 22. Precisamos garantir o mínimo a esses trabalhadores que fazem um trabalho preventivo que diminui os gastos secundários em saúde em nosso país”, defendeu Alice.

Em outra frente de articulação, o deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), ao lado da correligionária e de representantes das categorias, reuniu-se com a presidente da Comissão Mista de Orçamento, senadora Rose de Freitas (MDB-ES), para solicitar recursos. Em sua conta no Twitter, o parlamentar destacou que a legenda está “na luta pela valorização desses trabalhadores do SUS”.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com