Ministro do STF determina depoimento presencial de Bolsonaro por interferência na Polícia Federal

Brasília, sexta-feira, 11 de setembro de 2020 - 12:49

POLÍTICA

Ministro do STF determina depoimento presencial de Bolsonaro por interferência na Polícia Federal


Por: Da Redação

De acordo com Celso Mello, como Bolsonaro é investigado, não cabe depoimento por escrito. Deputados do PCdoB afirmam que desta vez presidente não poderá “fugir”.

Reprodução da Internet

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello determinou nesta sexta-feira (11) que o presidente Jair Bolsonaro preste depoimento presencial no inquérito que apura se houve interferência na Polícia Federal. De acordo com o magistrado, como Bolsonaro é investigado no caso, não cabe depoimento por escrito.

A notícia ganhou destaque nas redes. Para deputados do PCdoB, desta vez, Bolsonaro não poderá fugir.
“Urgente e inédito! Bolsonaro é a maior humilhação que a instituição Presidência da República poderia sofrer em nossa história republicana. Depoimento presencial já vai ser problema. Agora, se chamarem o Bolsonaro para um debate, ele arruma até outra facada”, ironizou o deputado Orlando Silva (SP), vice-líder da Oposição.

O mesmo tom assumiu o vice-líder da bancada do PCdoB, deputado Márcio Jerry (MA). “Tem que depor, Jair Bolsonaro. Não vai inventar desculpa pra não ir... Te explica.”

Vice-líder da Minoria na Câmara, a deputada Alice Portugal (BA) afirmou que desta vez não há escapatória: “Não vai poder fugir, Bolsonaro!”.

O inquérito, aberto em maio, tem como base acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, feitas em coletiva à imprensa quando decidiu sair do governo. Bolsonaro nega ingerência na Polícia Federal.

A polícia pediu ao STF mais 30 dias para concluir a apuração do caso.
Celso de Mello também permitiu, na decisão desta sexta, que a defesa de Moro possa acompanhar o interrogatório e fazer perguntas ao presidente.

 









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com