Bolsonaro passa dos limites em live com criança, avaliam parlamentares

Brasília, sexta-feira, 11 de setembro de 2020 - 12:27

POLÍTICA

Bolsonaro passa dos limites em live com criança, avaliam parlamentares


Por: Portal Vermelho

O presidente fez piadas gordofóbicas, misóginas, apoiou o trabalho infantil e a sexualização das crianças.

Reprodução da Internet

Um show de horrores. É como está sendo avaliada a live feita nesta quinta-feira (10) por Bolsonaro ao lado da youtuber mirim Esther, de apenas 10 anos. O presidente fez piadas gordofóbicas, misóginas, apoiou o trabalho infantil e a sexualização das crianças. Diante de um cenário de recessão e milhares de mortos pela Covid-19, ele deu gargalhadas para o deleite de assessores e apoiadores.

“Deixa a molecada trabalhar”, diz Bolsonaro sobre trabalho infantil. “Deixa o moleque trabalhar, poxa. Eu trabalhei. Outro dia eu falei que aprendi a dirigir com 12 anos de idade. Eu já engraxei sapatos. Molecada quer trabalhar, trabalha”, completou. O trabalho infantil é proibido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que só autoriza a categoria aprendiz a partir de 14 anos.

A líder do PCdoB na Câmara, Perpétua Almeida (AC), fez cobrança: “E a ministra Damares (Alves), responsável pelo tal ministério da Mulher, da Família, da Infância, da vida dos outros, que não faz nada para proteger essa criança desse lobo mau?!”.

O deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) afirmou que, em um só vídeo, Bolsonaro erotiza uma criança e faz apologia ao trabalho infantil. “É o fim da picada”, criticou.

O vice-líder da legenda, deputado Márcio Jerry (MA), também criticou. “Um depravado, uma vergonha. Que ser mais desqualificado”, afirmou.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com