Em carta, Lula agradece parlamentares por luta contra arbitrariedades judiciais

Brasília, quarta-feira, 14 de agosto de 2019 - 11:1

POLÍTICA

Em carta, Lula agradece parlamentares por luta contra arbitrariedades judiciais


Por: Christiane Peres

Parlamentares de 12 partidos foram ao Supremo Tribunal Federal na última semana contra transferência ilegal de Lula para prisão em São Paulo.

Bruno Trezena/ Ascom Jandira Feghali
Parlamentares entregam carta de Lula a Rodrigo Maia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta de agradecimento ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aos líderes partidários e demais parlamentares que se mobilizaram e lutaram para impedir sua transferência para um presídio em São Paulo na última semana. A carta foi entregue por deputados da Oposição na noite desta terça-feira (13).

Na carta, o ex-presidente afirma que assistiu a uma “oportuna e inequívoca demonstração de defesa das garantias individuais” com o gesto dos parlamentares contra a sua transferência. “Com fé no Brasil e a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz, agradeço o gesto de solidariedade”, escreveu Lula.

No último dia 7, mais de 70 parlamentares de 12 partidos foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a tentativa de transferir ilegalmente Lula de Curitiba para São Paulo. A reunião foi feita a pedido do presidente da Câmara, que, naquele dia, ainda adiou as votações no Plenário da Casa para que os parlamentares pudessem ir ao Supremo. Após o encontro, o STF anulou a decisão da juíza federal Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, e assegurou as prerrogativas constitucionais de qualquer ex-presidente que, no caso de detenção, tem direito a Sala de Estado Maior.

Maia agradeceu a carta e reafirmou compromisso com a defesa da Constituição. “Todos precisam respeitar nossas leis. É disso que falamos na semana passada. Foi uma decisão acertada. É para isso que servem os poderes e as instituições. Agradeço tanto o gesto da semana passada como agora. Que a Justiça seja sempre feita de forma correta com todos os brasileiros e que a gente consiga retomar o protagonismo no Parlamento e retomar as pautas econômicas e sociais, mesmo que tenhamos uma visão divergente. Que tenhamos um Brasil mais democrático”, pontuou o presidente da Casa.

Para a líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), a carta foi de “puro agradecimento pela defesa das leis e da Constituição contra o pedido bizarro da juíza Lebbos”.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com