Líder comunista critica nova CPMF como solução econômica

Brasília, quarta-feira, 11 de setembro de 2019 - 10:10

REFORMA TRIBUTÁRIA

Líder comunista critica nova CPMF como solução econômica


Por: Christiane Peres

Governo pretende emplacar imposto para saques e depósitos, além de pagamentos no débito e no crédito em cada lado da operação. Para Daniel Almeida (PCdoB-BA), solução não é obrigar o trabalhador a pagar mais um imposto.

Richard Silva/PCdoB na Câmara
Para Daniel Almeida, a economia melhora quando se tem empregos e investimentos para pesquisa e educação.

O líder do PCdoB na Câmara, deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), criticou nesta terça-feira (10), a proposta do governo Bolsonaro de criar novo imposto para a população. A proposta do governo federal é que saques e depósitos em dinheiro sejam taxados com uma alíquota inicial de 0,4%. Já para pagamento no débito e no crédito a alíquota inicial estudada é de 0,2% para pagadores e recebedores. A proposta vem sendo comparada à antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

“A solução para gerar economia não é obrigar o trabalhador a pagar mais um imposto. A economia melhora quando se tem empregos e investimentos para pesquisa e educação. Emprego e educação para o povo, isso sim é a solução”, alertou o parlamentar.

Apesar de o governo rechaçar a semelhança com a antiga CPMF, ela vem sendo utilizada como modelo comparativo nas apresentações da proposta feitas pelo Executivo.

A proposta ainda será enviada ao Congresso. No entanto, a batalha promete ser acirrada. O próprio presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem afirmado que o tema tem dificuldade de andar na Câmara.

“A CPMF tem pouco apoio entre aqueles que conhecem a questão tributária, não sei se esse é o melhor caminho para você resolver os custos com mão de obra”, afirmou.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com