Deputados vão analisar prorrogação da Lei Aldir Blanc

Brasília, quinta-feira, 1 de abril de 2021 - 13:27

CULTURA

Deputados vão analisar prorrogação da Lei Aldir Blanc


Por: Christiane Peres

Senado já aprovou projeto, agora texto segue para deliberação na Câmara. Deputadas comemoram avanço da matéria.

Reprodução da Internet

O Senado aprovou nesta quarta-feira (31), o Projeto de Lei (PL) 795/21, que prorroga a Lei Aldir Blanc e o auxílio emergencial aos profissionais da cultura em função da pandemia de Covid-19. Agora, o texto segue para deliberação dos deputados. Se não houver alteração na Câmara, a proposta vai à sanção presidencial.

O avanço da pauta foi comemorado por deputados ligados ao setor cultural. Presidente da Comissão de Cultura na Câmara, a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), reafirmou seu compromisso com a pauta e com a articulação do texto na Casa.

“Esta é uma importante pauta. O setor cultural foi um dos mais impactados na pandemia e pede socorro! Agora, vamos aprovar a matéria na Câmara”, afirmou.

A medida garante a continuidade do benefício para artistas e outros profissionais do setor pelo mesmo período em que for estendido o auxílio emergencial destinado ao restante da população.

No ano passado, a Lei Aldir Blanc destinou R$ 3 bilhões para diminuir o impacto da pandemia de Covid-19 no setor. No final do ano, porém, após atraso no repasse dos recursos por parte do governo federal, estados e municípios apontaram que mais de 60% do valor recebido ainda não havia sido utilizado. Pelas regras, o montante teria que ser devolvido ao Tesouro. Em dezembro, o governo editou ainda a Medida Provisória (MP) 1019, para tratar da prorrogação dos prazos da Lei Aldir Blanc, mas as discussões estavam emperradas na Câmara.

Pela proposta, os estados e municípios que ainda tiverem dinheiro remanescente da lei poderão destinar os recursos da seguinte forma: parcela mensal R$ 600 a trabalhadores sem vínculo formal da área da cultura; manutenção dos espaços artísticos, e de micro e pequenas empresas que, por conta do isolamento social, tiveram que interromper seu funcionamento. Esse subsídio pode variar entre R$ 3 mil e R$ 10 mil.

Relatora da lei Câmara, a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) celebrou o avanço do texto do Senado. Jandira explicou que o PL 795 surgiu enquanto os parlamentares ligados ao setor cultural negociavam mudanças na MP 1019 e ganhou uma tramitação mais célere.

“Quando trabalhávamos para alterar a MP, surgiu este projeto que ganhou mais velocidade. Nós atuamos junto ao Senado no sentido de agregar ao projeto demandas que foram observadas durante um ano de aplicação da lei. O senador Veneziano as incorporou com muita sensibilidade e o Senado aprovou por unanimidade. Foi uma soma de esforços que foram absolutamente atendidas. Na Câmara esperamos aprovar com celeridade para que o texto vá à sanção com muita rapidez”, afirmou.

Entre as demandas destacadas pela parlamentar e que foram amplamente discutidas com movimentos sociais, gestores e empresários da cultura, e acatadas pelo relator no Senado, senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), estão: a superação de burocracias relacionadas aos espaços, como a dificuldade de pagar contas já vencidas; a prorrogação de contrapartidas desses espaços; aumento do prazo da Lei Rouanet; aumento do prazo de prestação de contas, entre outros.

Jandira lembrou ainda que a Lei Aldir Blanc foi uma grande conquista dos fazedores de cultura no ano de 2020, que pediram socorro na pandemia.

“Mas ela não arrefeceu, está no seu pior momento, e mais de R$ 700 milhões ficaram retidos nas contas dos estados e municípios em função da demora no repasse pelo governo e depois pelos limites impostos pela MP editada pelo governo no final do ano. Esta é uma aprovação muito importante para o setor cultural”, destacou Jandira.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com