Lei que estende direitos de pós-graduandas é sancionada

Brasília, segunda-feira, 18 de dezembro de 2017 - 18:53      |      Atualizado em: 19 de dezembro de 2017 - 17:14

DIREITOS HUMANOS

Lei que estende direitos de pós-graduandas é sancionada


Por: Maiana Neves

Oriunda do Projeto de Lei (PL) 3012/15, da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), a Lei 13.536/2017 prevê a prorrogação da bolsa para estudantes que derem à luz, adotarem crianças ou obtiverem a guarda judicial para fins de adoção.

Maiana Neves/Ascom Alice Portugal
Audiência pública na Comissão de Educação da Câmara, em 2015, com a ANPG

A partir desta segunda-feira (18), pós-graduandas terão garantido o direito a afastamento por até 120 dias nos casos de maternidade ou adoção, recebendo auxílio da bolsa. Isso porque foi sancionada nesta manhã a Lei 13.536/2017, originária do Projeto de Lei (PL) 3012/15, de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), que prevê a prorrogação do benefício para estudantes que derem à luz, adotarem crianças ou obtiverem a guarda judicial de crianças para fins de adoção.

Referência na defesa dos direitos das mulheres brasileiras, Alice lutou muito para a aprovação da matéria no Congresso Nacional. Acompanhou a tramitação da proposta em todas as comissões, tanto na Câmara e quanto no Senado. “Essa lei prova que a luta vale a pena. É uma vitória não apenas para as mulheres, mas para todos os brasileiros. Quero parabenizar a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), que foi a grande inspiradora desta proposta, e a todas as mulheres pós-graduandas brasileiras, que são parte da inteligência nacional”, defendeu a líder do PCdoB na Câmara.

O texto do projeto foi construído a partir da realização de audiência pública, na Comissão de Educação, com a presença da ANPG, que apresentou sua pauta de reivindicações e um dos temas colocados foi a questão da licença maternidade. Para a presidente da entidade, Tamara Naiz, a Lei é um grande avanço, pois é inadmissível que ainda em 2017 uma mulher tenha que escolher entre ser mãe ou pesquisadora.

“As mulheres brasileiras têm sido fundamentais para o desenvolvimento científico do país. Hoje realizamos metade da pesquisa praticada, mas nós ainda temos que conviver com todo tipo de entrave à vida acadêmica. Ficamos felizes de encontrar pelo nosso caminho parlamentares comprometidas como Alice Portugal, aliada na luta para garantir mecanismos de proteção para que as mulheres alcancem o exercício pleno dos seus direitos em um ambiente seguro”, afirma Tamara.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) prevê a possibilidade de extensão da bolsa de estudos por quatro meses para pós-graduandas gestantes, mas isso é feito por meio da Portaria nº 248. O texto buscou institucionalizar esta portaria em lei federal. 









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com