PCdoB repudia plano de Bolsonaro para privatizar mais nove estatais

Brasília, quarta-feira, 21 de agosto de 2019 - 20:39

ECONOMIA

PCdoB repudia plano de Bolsonaro para privatizar mais nove estatais


Por: Walter Félix

A Bandada do PCdoB na Câmara reagiu, nesta quarta-feira (21), à divulgação de que mais nove empresas foram incluídas pelo governo federal na lista de estatais colocadas para privatização. O anúncio foi feito após reunião de Bolsonaro com o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), no Palácio do Planalto.

Valter Campanato/Agência Brasil
Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, durante entrevista à imprensa no Palácio do Planalto

Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, embora não tenha sido citada entre as primeiras estatais, uma eventual privatização da Petrobrás também está sendo analisada.

“O governo com seu entreguismo está de olho na Petrobrás e na Chesf. Nós, deputados e deputadas do PCdoB somos contra qualquer medida que abra caminhos para privatizar as nossas estatais. Não podemos entregar nossas riquezas nas mãos da iniciativa privada”, afirmou o líder do partido Daniel Almeida.

A deputada Alice Portugal também protestou contra o plano de privatização em curso no governo Bolsonaro. “Querem vender o futuro do nosso país”, denunciou em uma rede social.

A líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), usou a tribuna para rechaçar a entrega de empresas estratégicas. “É isso que está acontecendo no Brasil. É uma doação de tudo aquilo que se constituiu com a inteligência brasileira. Com investimentos públicos, o dinheiro do povo. Estão querendo privatizar tudo. Nós precisamos reagir, no parlamento e na sociedade brasileira. Precisamos ter altivez, cabeça erguida”, disse.

De acordo com integrantes do conselho do PPI, a lista inclui os Correios, a Telebras, Porto de Santos, Ceagesp, o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), a Empresa Gestora de Ativos (Emgea) e a Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABF).

O governo falou em também incluir creches, presídios e parques no programa de privatizações, mas não explicou quais seriam os projetos.

Para o deputado Márcio Jerry (MA), vice-líder da Bancada, Jair Bolsonaro “é um mercador das riquezas e patrimônio do Brasil”. Ele denunciou que até o Parque dos Lençóis, patrimônio do Maranhão, está sendo ameaçado pelo governo com o seu programa de privatizações.

“Vai sobrar algum vestígio de país depois desse governo entreguista vende pátria?”, questionou o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP).

Outras oito empresas já estavam incluídas no PPI: Lotex, Eletrobras, Casa da Moeda, Ceasaminas (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais), CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre), Porto de São Sebastião e Porto do Espírito Santo.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com