Defensor das matrizes do Forró, Daniel Almeida pede atenção aos trabalhadores do setor

Brasília, quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 15:55

CULTURA

Defensor das matrizes do Forró, Daniel Almeida pede atenção aos trabalhadores do setor


Por: Ascom deputado Daniel Almeida

O parlamentar participou do processo pela liberação dos recursos da Lei Aldir Blanc para profissionais da cultura, lamenta o segundo ano consecutivo sem comemorações juninas.

Agência Câmara

Com a iminência da terceira onda da Covid-19, mais uma vez os brasileiros e brasileiras terão que comemorar o São João em suas casas. Estados como a Bahia já proibiram a circulação de transportes intermunicipais no período junino, com o objetivo de evitar aglomerações pelos interiores, a classe artística, novamente, é prejudicada pela falta de realização de shows.

Para o parlamentar Daniel Almeida, defensor que as Matrizes do Forró sejam incluídas no livro de registro de bens imateriais do povo como patrimônio cultural imaterial do Brasil, é importante implementar políticas públicas para salvaguardar esse bem. Uma das maneiras de concretizar esse ato durante a pandemia, está na realização de shows virtuais.

“Pelo segundo ano seguido precisaremos ficar em casa para comemorar as tradicionais festas juninas no Nordeste. Acredito que seja fundamental o investimento de governos e municípios na realização de lives juninas”, sugere. “Levar entretenimento para casa das pessoas é uma forma de mantê-las em suas residências, além de dar um suporte financeiro para a classe artística de forrozeiros, que é uma das mais prejudicadas na pandemia”, defende.

Por meio de emenda parlamentar do deputado foram realizados fóruns virtuais de forró raiz nos estados da Bahia, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão e Ceará. De acordo com a Associação Cultural Balaio Nordeste, responsável por elaborar ações para promover o legado histórico da tradição cultural nordestina, "a realização dos Fóruns nos estados do Nordeste vem fortalecer a rede dos fóruns que organizam e articulam as comunidades forrozeiras e os diversos atores sociais envolvidos na cadeia produtiva do forró, bem como o processo de Salvaguarda das Matrizes do Forró".

O deputado esteve presente na luta pela liberação dos recursos da Lei Aldir Blanc para o setor das artes. “É de extrema necessidade prorrogar o auxílio à cultura, um setor que sofre muito, desde o primeiro dia da pandemia. O último setor a sair da quarentena e do isolamento será essa atividade tão essencial para a nossa vida”, finaliza.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com