Deputados condenam ataque do gabinete do ódio contra Freixo e Paulo Câmara

Brasília, segunda-feira, 5 de abril de 2021 - 14:56      |      Atualizado em: 6 de abril de 2021 - 19:33

POLÍTICA

Deputados condenam ataque do gabinete do ódio contra Freixo e Paulo Câmara


Por: Portal Vermelho

Líder da Minoria na Câmara e governador de Pernambuco foram atacados com fake news numa ação do gabinete do ódio bolsonarista e pelo próprio presidente da República.

Reprodução da Internet

O líder da Minoria, deputado Marcelo Freixo (PSol-RJ), e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) foram vítimas, neste final de semana, do gabinete do ódio bolsonarista que espalhou nas redes sociais fake news contra as duas lideranças políticas. No caso do deputado, um vídeo circulou como sendo um filho dele acusado de não pagar programa com dois travestis.

Ocorre que o rapaz que aparece nas cenas não é João Pedro Duarte Ribeiro, filho de Freixo. O fato foi esclarecido por sites especializados em desvendar fake news. Sobre o governador, o próprio Bolsonaro publicou vídeo no Twitter pelo qual o apresentador de TV Sikêra Jr provoca Câmara ao citar recursos que ele teria recebido para combater a pandemia, mas não o fez. “Em lugar de disseminar fake news, por que não assumir suas verdadeiras atribuições e fazer parte do enfrentamento à pandemia?”, questionou Câmara, referindo-se a Bolsonaro.

“As milícias digitais estão atacando violentamente e espalhando fake news sobre meu filho, João Pedro, para me atingir, inclusive usando de forma criminosa um vídeo de outro rapaz como se fosse ele. Os responsáveis estão sendo identificados e responderão na Justiça por calúnia”, alertou Freixo nas redes sociais.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), prestou solidariedade aos dois atacados. “Toda a solidariedade ao governador Paulo Câmara e ao deputado Marcelo Freixo, os alvos do dia do tal “gabinete do ódio”. Essa quadrilha tem que receber as punições previstas em lei. Fake news é coisa de bandido”, defendeu Dino.

Manuela D’Ávila, ex-deputada e ex-candidata à vice-presidência da República pelo PCdoB, diz que o final de semana foi marcado por uma ofensiva do gabinete do ódio contra seus amigos Marcelo Freixo e Paulo Câmara. “O gabinete do ódio precisa de fake news pra manter vivo o monstro do governo. Fiquem firmes! Meu abraço solidário!”, postou no Twitter.

Câmara

Na Câmara dos Deputados, parlamentares da bancada do PCdoB prestaram solidariedade a Freixo. “Joga duro! Não deixa barato! Estamos aqui com você, amigo”, reagiu a vice-líder do partido, Perpétua Almeida (AC).

“Minha solidariedade, amigo. Essa quadrilha que governa o Brasil com base na mentira e no ódio será escorraçada do poder e terá encontro marcado com os tribunais. Canalhas!”, protestou o deputado Orlando Silva (SP).

“Tem nosso apoio, Freixo!”, solidarizou-se a deputada Jandira Feghali (RJ).

Para Ivan Valente (PSOL-SP), os milicianos digitais bolsonaristas que atacam o Marcelo Freixo  e seu filho com fake news e uma enxurrada calúnias merecem cadeia. “Total solidariedade frente a esses ataques covardes”, disse.

José Guimarães (PT-CE) também se manifestou sobre a disseminação coordenada de fake news contra Marcelo Freixo. “Parece que o gabinete do ódio voltou à ativa! Engraçado que para perseguir opositores o Ministério da Justiça funciona, mas para apurar esses crimes, não. Força, Freixo!”, afirmou.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com