Ato unifica luta por financiamento permanente da educação

Brasília, quinta-feira, 28 de novembro de 2019 - 10:5

EDUCAÇÃO

Ato unifica luta por financiamento permanente da educação


Por: Christiane Peres

Parlamentares, entidades estudantis e movimentos sociais unem-se em defesa de um novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica.

Sthefane Felipa/Ascom Daniel Almeida

Esta semana, um ato suprapartidário unificou a luta em defesa de um financiamento permanente para a educação básica. Movimentos sociais, entidades ligadas à educação, prefeitos, secretários de educação e parlamentares de diferentes legendas realizaram um ato na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (27) por um novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). 

A bancada comunista se uniu à luta. Para o líder da legenda, deputado Daniel Almeida (BA), o “o Fundeb é fundamental para estruturar a educação básica no nosso país”, motivo pelo qual precisa ser fortalecido e fixo.

De acordo com o presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Pedro Gorki, a partir de 2021, “a escola pública brasileira poderá entrar em colapso total, caso não seja renovado o Fundeb”, que é responsável por quase metade do investimento em educação no Brasil.

Membro ativo da Comissão de Educação, a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) afirmou que um fundo importante como o Fundeb não pode depender de governos, é preciso virar política de Estado. “O Fundeb já significa um grande avanço, mas agora nós queremos um novo tempo, onde o Fundeb seja permanente, para que o financiamento da educação não fique ao sabor dos humores dos governantes, às intempéries. Esse é o investimento que fará do Brasil um país independente, liberto, sem amarras estrangeiras e com garantia da sua afirmação e identidade nacional”, afirmou.

A líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), reforçou a luta para colocar a matéria na pauta da Câmara este ano ainda. “

“É fundamental que a gente garanta que esse novo Fundeb possa ser aprovado em curtíssimo espaço de tempo. Essa pauta precisa ganhar a relevância necessária e ganhe a pauta ainda este ano. Esse era o compromisso. Esse texto foi feito a partir de uma construção ampla. Queremos garantir não só nosso compromisso, mas garantir a amplitude suprapartidária para que esse projeto ande e garanta recursos suficientes para manter as escolas”, pontuou.

Após o ato, uma carta assinada por todos os presentes foi entregue ao presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). A reivindicação é de que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/2015, que torna permanente a manutenção do Fundeb, avance na Casa. Maia se comprometeu a ajudar na negociação para um entendimento e votação da proposta.

Para a deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), num momento de tantos ataques à educação brasileira, é essencial que o Parlamento se destaque nessa luta. “Se o governo não se esforça, o Parlamento fará sua parte. Vamos tornar lei todo esse processo e fazer com que o governo cumpra, e que os recursos cheguem na ponta”, afirmou.

O deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA) também participou da mobilização. Segundo ele, “nunca, na história do Brasil, a educação foi tão atacada, em todos os seus níveis, como tem sido agora, pelo governo Bolsonaro”, o que requer reação do Parlamento.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com