Daniel Almeida cobra votação da MP 1000 para garantir auxílio emergencial de R$ 600

Brasília, quarta-feira, 2 de dezembro de 2020 - 17:58

POLÍTICA

Daniel Almeida cobra votação da MP 1000 para garantir auxílio emergencial de R$ 600


Por: Walter Félix

Oposição quer ter o direito de votar a medida provisória com as emendas que foram apresentadas para assegurar o benefício no valor inicial pelo menos até dezembro deste ano.

Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) ocupou a tribuna na sessão desta quarta-feira (2) para cobrar a votação da MP 1000/20, que prorroga o auxílio emergencial até dezembro, porém com valor reduzido de R$ 600,00 para R$ 300,00.

A Oposição ao governo na Câmara pede que a votação da medida provisória seja incluída na pauta do Plenário, para ter o direito de colocar em debate as emendas que foram apresentadas com o propósito de assegurar o valor do benefício aprovado originalmente pelos deputados e senadores no início da pandemia do novo coronavírus.

"O governo cortou o benefício pela metade, mas precisamos tratar do assunto para manter no valor original. Com a pandemia, o desemprego bate novos recordes a cada mês, mais de 14 milhões de pessoas hoje estão desempregadas, e a renda emergencial foi uma das medidas que ajudou a salvar a economia", ressaltou o parlamentar.

Daniel Almeida observou que o Legislativo precisa enfrentar o debate sobre a MP 1000, para retomar a garantia da renda emergencial. "É preciso tomar iniciativas, medidas firmes para enfrentar a pandemia enquanto a vacina não chega", afirmou. 

Na avaliação do deputado, o País está vivenciando um momento muito trágico da história brasileira. "A realidade produzida pela pandemia não se alterou infelizmente. Os dados estão aí. O desemprego é crescente", completou. Ele destacou que o aumento no valor da cesta básica aprofunda a situação de vulnerabilidade das famílias.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com