Oposição vai à PGR para blindar Glenn contra ações de Moro

Brasília, quinta-feira, 4 de julho de 2019 - 11:11      |      Atualizado em: 8 de julho de 2019 - 18:39

LIBERDADE DE IMPRENSA

Oposição vai à PGR para blindar Glenn contra ações de Moro


Por: Christiane Peres

PCdoB, PDT, PSol, PT e PSB protocolam representação na Procuradoria-Geral da República.

Reprodução da Internet

Em resposta às investidas da Polícia Federal contra o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, partidos de Oposição preparam uma representação à Procuradoria-Geral da República (PGR).

O texto é assinado por PCdoB, PDT, PSol, PT e PSB e deve ser protocolado ainda nesta quinta-feira (4) na PGR. Os partidos também não descartam outras medidas para tentar blindar o jornalista. Uma opção em estudo é o ingresso de ação no STF.

Os partidos pedem ao órgão que “garanta a liberdade de imprensa” e evite que jornalista seja “vítima de abuso de autoridade”.

Na última terça-feira (2), dia em que o ministro da Justiça, Sergio Moro, veio à Câmara explicar sua parcialidade na Operação Lava Jato, o site O Antagonista publicou nota informando que a PF pediu ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) um relatório das atividades financeiras do jornalista Glenn Greenwald, responsável pela publicação das mensagens que abalaram a credibilidade do “super-juiz” nas últimas semanas.

Desde então, a retaliação vem sendo duramente criticada na Câmara. Para a líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), colocar a Polícia Federal para acionar o Coaf sobre movimentações financeiras de Glenn “é aparelhamento do Estado para perseguição política”.

O caso vem repercutindo no mundo inteiro, escancarando o modus operandi do governo de Jair Bolsonaro. 









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com