Dinheiro encontrado com vice-líder de Bolsonaro desmoraliza governo, diz Perpétua Almeida

Brasília, quinta-feira, 15 de outubro de 2020 - 14:33      |      Atualizado em: 19 de outubro de 2020 - 14:47

POLÍTICA

Dinheiro encontrado com vice-líder de Bolsonaro desmoraliza governo, diz Perpétua Almeida


Por: Christiane Peres

Vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), escondeu dinheiro na cueca durante operação da Polícia Federal em Boa Vista (RR).

Reprodução da Internet
Chico Rodrigues é um dos principais aliados de Bolsonaro no Legislativo e membro da tropa de choque do Planalto

O discurso de um governo livre de corrupção encampado por Jair Messias Bolsonaro (sem partido) na última semana ao anunciar o fim da Operação Lava Jato não durou uma semana. Um novo escândalo, publicizado na noite desta quarta-feira (14), pôs em xeque a tentativa do presidente de desassociar casos de corrupção de sua gestão.

O alvo da vez é o vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), que escondeu dinheiro na cueca durante operação da Polícia Federal, que apurava o desvio de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de Covid-19. Parte das notas apreendidas na operação, de acordo com investigadores envolvidos no caso, estavam entre as nádegas de Rodrigues. Cerca de R$ 30 mil foram encontrados na casa do parlamentar.

Para a líder do PCdoB na Câmara, deputada Perpétua Almeida (AC), o dinheiro encontrado com o aliado de Bolsonaro desmoraliza ainda mais o governo. “Durou apenas uma semana o discurso de Bolsonaro de que não há mais corrupção no governo. O dinheiro encontrado nas nádegas do vice-líder do governo desmoraliza o presidente e comprova que Bolsonaro tenta enganar a população. Por isso, as autoridades devem estar atentas e seguir investigando suspeitos de irregularidades para impedir desvios de dinheiro público”, afirmou a parlamentar.

O vice-líder da bancada, deputado Márcio Jerry (MA), também repercutiu o caso em suas redes sociais. “A "república" bolsonarista já fedeu por conta de cheques, dinheiro vivo suspeito, milicianos. E agora fede mais ainda com dinheiro nas nádegas do vice-líder do governo Bolsonaro. Quanta vergonha essa turma faz o Brasil passar todos os dias”, afirmou.

Em referência ao discurso da última semana de Bolsonaro, o deputado Orlando Silva (SP) também ironizou o caso. “Bolsonaro ia acabar com a corrupção? Essa aqui vai entrar para os anais da história”, disse.

O caso bota o governo mais uma vez na defensiva. Rodrigues é um dos principais aliados de Bolsonaro no Legislativo e membro da tropa de choque do Planalto. Sua permanência na vice-liderança do governo no Senado gera forte constrangimento para Bolsonaro.

De acordo com a imprensa, desde a noite desta quarta, aliados do governo passaram a disparar mensagens a Rodrigues sugerindo que ele saia da vice-liderança o quanto antes para centrar esforços na sua defesa, tanto a jurídica quanto a do seu mandato.

Em nota, o senador afirmou que confia na Justiça e que irá provar que não tem envolvimento com qualquer ato ilícito.

Após o escândalo, Bolsonaro tirou Rodrigues da vice-liderança do governo no Senado.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com