Deputados repudiam desvinculação de verba do pré-sal da saúde e educação

Brasília, quinta-feira, 9 de junho de 2022 - 16:19

POLÍTICA

Deputados repudiam desvinculação de verba do pré-sal da saúde e educação


Por: Walter Félix

Bolsonaro envia projeto de lei ao Congresso Nacional que acaba com a obrigatoriedade da destinação a estas áreas de parcela dos recursos do pré-sal.

Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Legislativo um projeto de lei que autoriza a União a vender sua parcela do óleo do pré-sal nos contratos de partilha geridos pela estatal PPSA e ainda desvincula as receitas que serão obtidas com a venda desses ativos do Fundo Social.

Criado em 2010, o Fundo Social é um fundo soberano, destinado a receber a parcela dos recursos do pré-sal que cabem ao governo federal, como royalties e participações especiais.

Sua criação foi inspirada na necessidade de constituir uma fonte de recursos para o desenvolvimento social, com projetos para o combate à pobreza e o desenvolvimento de setores como Educação, Saúde, Cultura, Ciência e tecnologia e Meio ambiente.

O envio da proposta ao Congresso causou indignação em deputados da Bancada comunista.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) reagiu, denunciando que a proposta é mais um golpe de Bolsonaro contra políticas públicas essenciais para o desenvolvimento do país.

“A destinação desses recursos p/ a Educação pública foi uma grande conquista. Não vamos permitir esse ataque!”, escreveu em uma rede social.

Para o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), o projeto de lei é “mais uma proposta que embute um crime de lesa-pátria”. “O governo quer desvincular as receitas do pré-sal das áreas de Educação e Saúde para dispor a seu bel prazer. Quem lucra comprometendo o futuro do país? O povo certamente que não é!”, afirmou.

Em sua conta no Twitter, a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) protestou: “Mais um golpe deste governo contra a saúde e a educação. Publicada mensagem de projeto que desvincula o direcionamento de parcela do Fundo Social do pré-sal para essas áreas. Quer abrir mão do excedente da exploração do pré-sal para que??? Para favorecer quem???”.

Protestos

O comunicado do envio da proposta foi feito em despacho do presidente publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (9), mesma data em que estudantes de todo o Brasil realizaram atos e mobilizações nas universidades públicas, Institutos Federais (IFs) e Cefets contra os cortes orçamentários na Educação e a tentativa de cobrança de mensalidades nas universidades públicas brasileiras.









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com