Operadores de telemarketing podem ter jornada de trabalho reduzida

Brasília, quinta-feira, 5 de outubro de 2017 - 17:30

DIREITOS TRABALHISTAS

Operadores de telemarketing podem ter jornada de trabalho reduzida


Por: Maiana Neves     |    Edição: Ana Luiza Bitencourt

PL 431/15, de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), foi aprovado pela CTASP da Câmara e segue para apreciação da CCJC.

Richard Silva/PCdoB na Câmara

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (04), o Projeto de Lei (PL) 431/15, que trata da duração da jornada máxima de trabalho dos operadores de telemarketing e teleatendimento. A proposta, de autoria da deputada Alice Portugal (BA), prevê uma jornada de trabalho de seis horas diárias e trinta e seis horas semanais.

Alice apresentou a proposta por entender que tem sido assustadora a repercussão na saúde física e psíquica desses profissionais devido às péssimas condições de trabalho às quais eles são submetidos. “Trata-se de uma categoria profissional em expansão. A alteração propõe a jornada de trabalho máxima de seis horas, consoante com a jornada dos trabalhadores em telefonia, telegrafia submarina e subfluvial, de radiotelegrafia e radiotelefonia”, afirmou Alice Portugal.

O PL 431/15 está apensado ao Projeto de Lei 6.875/13, aprovado pela Comissão. Agora as matérias seguem para apreciação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

 









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com